sábado, 19 de setembro de 2009

Mistérios Egípcios

O mistério na perfeição matemática do complexo de Gizé

Pirâmides e sua correlação com Órion

Há alguns anos li um artigo sobre o mistério de como os antigos egípcios nivelaram um solo de granito sólido e alcançaram a precisão num terreno aonde o erro no nível é de apenas 2 centímetros. Este terreno é onde foram construídas as pirâmides de Gizé. Busquei alguns títulos literários que pudessem me elucidar sobre essa questão e conheci um que me intrigou ao ponto de originar este post.
O Engenheiro de construção civil e autor do livro "The Órion Mistery", editora Heinemann, Robert Bauval, defende juntamente com o co-autor da mesma obra, Adrian Gilbert, a teoria de que as 3 Pirâmides de Gizé foram construídas como uma imagem espelhada do que hoje em dia chamamos de Cinturão de Órion.
O Cinturão é formado por 3 estrelas azuis e super gigantes que estão na mesma direção e são facilmente reconhecidas no céu noturno, vendo do ponto de vista da Terra. O nosso Sol é menos quente e massivo do que elas.Os antigos egípcios chamavam o cinturão de “Sah” com suas três estrelas denominadas como Alnitak (a mais brilhante), Alnilam (a do meio) e Mintaka (a menos brilhante e ligeiramente inclinada com relação ás outras duas).
Robert Bauval propõem que no platô de Gizé temos uma reprodução da imagem espelhada dessas estrelas, que seguem em tamanho o equivalente ao brilho de cada uma delas: a mais brilhante é Alnitak reproduzida em pedra como a maior Pirâmide, isto é “Quéops”, depois vem Alnilam reproduzida como a Pirâmide de “Quéfren” no meio (junto a Esfinge) e finalmente temos Mintaka reproduzida em pedra na Pirâmide de “Miquerinos”. Em tempo, os nomes corretos das três pirâmides baseados em antigos monarcas egípcios eram: Alnitak (Quéops), Alnilam (Quéfren) e Mintaka (Miquerinos).
A obra apresenta ainda que além dessas três estrelas mais duas estão reproduzidas no solo do deserto, são as estrelas Rigel e Betelgeuse igualmente brilhantes e pertencentes a constelação de Órion. Mais: as Pirâmides no solo Egípcio estão de uma maneira tal com relação ao Nilo que corresponde exatamente com o braço da Via Láctea com relação as estrelas de Sah (Órion) no céu.
Lembrado que a nossa galáxia possui 8 braços (SIC).
Obviamente, por mais que eu leia e busque respostas, elas não existem nem para a ciência, mesmo assim não cansarei de "fuçar".

9 comentários:

Maria José disse...

O Egito sempre foi cercado de uma mística incomum. Maravilha dos historiadores, a civilização do Nilo guarda, ainda hoje, segredos não revelados.
"Ó Rá! Digna-te santificar meu espírito.
Ó Osiris! Devolve à minha alma sua natureza divina!
Glória a ti, ó Senhor dos Deuses!"

Jorge disse...

Ana,
Sempre interessante quando o tema é a civilização egípcia.
São tantos os mistérios que, por mais fantástico que seja, nos traz o fascínio.
Valeuu, minha amiga, mais este post!!!

Uma ótima semana!!
beijo

Unknown man disse...

Minha amiga,

Ler sobre a civilização egípcia, vem sempre a pergunta: de onde veio o conhecimento deles?
Por mais explicação dito "científica", o místico sempre vem à tona. Entaõ, se torna uma "paixão" tudo que se refere a eles, principalmente quando surgem novas descobertas e novas teses científicas, mesmo porque sempre vem acompanhado, depois, de novos mistérios.

Ana, adoro os teus blogs e obrigado pelos mesmos.
Um beijo, de coração,

Uman

Jorge disse...

Ana

Você fez deste blog, um ponto obrigatório de visita. Uma leitura fascinante do passado.
Por isso entrego a você, um selo chamado "este blog é um sonho" com todo carinho e gratidão.
Se te interessar, por favor, dá um pulo no meu blog, tábom?

Um beijo!!!

Jorge

Norma Villares disse...

Estes mistérios são inexplicáveis. até porque inexistia tecnologia como a que foi aplicada na época. Alguns explicações interessantes atribuidas aos OVNIs. Outras explicações de seres oriundos de Capela. Uma coisa é certa, no Egito existia uma humanidade bastante espiritualizada.
Não se canse de fuças, pra trazer para o blog. Abraços sublimes

Unknown man disse...

Ana,

Mais um selo prá você. Desta vez é o "Prêmio Dardos". Venha buscar no meu blog, ok?

Um beijo,
Uman

Jorge disse...

Ana,
Te ofereço um selo.
Quando tiver tempo, por favor pegue-o no meu bloguinho!!!

Um beijo,
Jorge

JR disse...

Ana ,como é gratificante entrar nesta tua escola cultural ,que aumenta nossa curiosidade ,sobre de onde vieram estes espiritos ,tão evoluídos na tecnologia e o que aconteceu de fato neste lendário Egito.
Eu fico com a opinião da Norma,acho que eram os exilados de Capela que formaram esta constelação egipcia.
Obrigada pelas suas pesquisas e por repassar a nós com tanto carinho.
bjs

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

O EGITO fascinaemtodos os aspectos. PARABÉNS! p/ postagem. Abrçs. Roy Lacerda.